sexta-feira, 24 de julho de 2020

Globo pede R$ 500 mil de indenização a Boca Rosa por quebra de contrato

Globo processa Boca Rosa e pede R$ 500 mil de indenização
A Globo decidiu processar a influenciadora Bianca Andrade alegando ter sido enganada durante sua participação na 21ª edição do Big Brother Brasil. De acordo com o Notícias da TV, a empresa pede uma indenização de R$ 500 mil. 
  
Na ação protocolada na 7ª Vara Cível do Rio de Janeiro, a emissora afirma que a influenciadora descumpriu a cláusula de exclusividade, já que apareceu em uma atração considerada concorrente, uma vez que o streaming da Amazon bate de frente com a Globoplay. No ato da assinatura para participar do BBB, no dia 10 de dezembro, ela não informou que tinha gravado Soltos em Floripa.  
  
Ainda de acordo com o documento, a platinada só descobriu o projeto após eliminação de Bianca do programa, no dia 25 de fevereiro, quando ela foi anunciada como uma das comentaristas da nova atração.  
  
O contrato da maquiadora com a Globo iria até dia 30 de abril, mas Soltos em Floripa estreou no dia 20 de março. “A omissão, no caso, foi obviamente dolosa, caso contrário sua participação no BBB não seria autorizada pela emissora autora, visto que contrária as regras aplicáveis a todos os participantes, o que resultaria na perda da exposição comercial destacada pela própria ré”, diz a ação que destaca que ela se beneficiou do reality global, ganhando seguidores e triplicando seu faturamento na empresa de maquiagem.  
  
A multa foi estipulada em R$ 500 mil porque, em contrato, fica definido que o rompimento do acordo está sujeito a uma penalidade igual ao prêmio máximo do programa, R$ 1,5 milhão. O valor é referente às três cláusulas principais: participação no reality, cessão de voz e imagem e exclusividade. Como Bianca cumpriu as duas primeiras de suas três obrigações contratuais, a indenização corresponderia a um terço do total; ou seja, meio milhão.